AGARICUS MUSCARIUS – (Fungo Louco)

 

SINTOMAS MENTAIS DE AGARICUS MUSCARIUS

** 1 – Delírio com exaltação das forças, com extraordinária força muscular, raivoso. Escapa da cama, não reconhece aos seus, joga coisas, fala em forma incoerente, canta, está muito loquaz e salta rapidamente de um tema a outro; ou está bem taciturno e recusa contestar às perguntas, ou quase inconsciente, como bêbado, e só sai deste estado ao fazer-lhe perguntas. Raiva constante; demência alcoólica; delirium tremens. Segundo Talcott (citado por Clarke), Agaricus reproduz claramente o quadro da paralisia geral progressiva: megalomania, audácia exagerada, hilaridade, excitação seguida de depressão, confusão e imbecilidade, vertigem com tendência a cair para trás, exagerado apetite, grande desejo sexual com impotência, sacudidas com tremores, logo esgotamento.

* 2 – Transtornos nervosos por estudos prolongados: fadiga cerebral, aversão ao trabalho físico e mental; encontra grande dificuldade em concentrar-se. Crianças oligofrênicas, que tardam em aprender a falar e caminhar; são tontos, brutos, pesados, pior de manhã, melhorando notavelmente ao anoitecer, quando estão mais claros, quase brilhantes, até chegam a fazer versos e profecias. Se equivoca ao falar, usa palavras equivocadas, ou falha sua memória, não recordando como expressar-se ou o que acaba de fazer.

* 3 – Aversão a que o toquem, pois o agrava.

* 4 – Sobressaltos ao anoitecer, como sacudidas, que cessam ao dormir-se.

5 – Outros mentais: Caprichoso, mal humorado, odeia. Obstinado. Indiferente, com tendência a estar sentado. Indeciso. Compadece-se de si mesmo. Abraça seus amigos e beija suas mãos. Riso involuntário ao pressionar a coluna dorsal.

 

SINTOMAS GERAIS DE AGARICUS MUSCARIUS

*** 6 – Excessiva atividade muscular involuntária nas mais diversas formas: sacudidas, tremores, sobresaltos, mioclonias, tremores, movimentos coréicos. Toda esta hiperatividade cessa durante o sonho. Convulsões epilépticas por erupções ou leite suprimidas, ou por excitação ou susto; com queda; cada 7 dias; pior pós-coito, melhor por vômitos. Corpo convulsionado, como eletrizado. Catalepsia. Coréia, pior pretormentas.

*** 7 – Efeitos de congelamentos localizados, frieiras (em rosto, orelhas, nariz, mãos, pés e dedos), que ferroam e ardem intoleravelmente, e que se agravam pelo frio (o contrário de Pulsatilla nos frieiras). As partes afetadas estão vermelhas, inchadas e quentes. Agaricus é muito sensível ao frio, não só considerado como fator etiológico: pior por ar frio (é extremamente sensível); pior por bebidas frias. O frio é uma sensação frequente nos sintomas de Agaricus (ver 8-17-21-27-28-32-33).

*** 8 – E, também, é sumamente característica a sensação dolorosa como se o picadas ou tocaram com agulhas de gelo, ou a sensação de frio de gelo depois de riscar-se. O oposto também se pode ver: como agulhas quentes.

*** 9 – Pior depois do coito: desmaios, convulsões, dores sacras, suores profusos, etc., pior depois de excessos sexuais (prostração ou depressão nervosa e transtornos medulares).

* 10 – Formigamentos ou sensações de rastejamento, sobre tudo nos pés, coluna e músculos. Sensação de dormido.

* 11 – Gente anciã, adelgazado, com circulação débil. Bebedores: para seus cefaleias ou para os efeitos de borracheras, ou palpitação tumultuosas, com nariz vermelha.

* 12 – Lateralidade cruzada dos sintomas, predominando em esquerda superior e direita inferior.

* 13 – Modalidades: pior sentado, pior parado; melhor pelo movimento, pior depois do movimento; pior pela pressão; pior de manhã; pior antes de uma tormenta; pior por sol.

* 14 – Dores como por espinhos.

15 – Taquicardia após a evacuação. Debilidade pelo menor esforço; pior durante a menstruação. Desmaia por ouvir falar, por perfumes, vinagre.

 

SINTOMAS PARTICULARES DE AGARICUS MUSCARIUS

* 16 – Vertigem por forte luz solar, e ao caminhar.

** 17 – Cabeça em constante movimento. A cabeça cai para trás (como se a nuca pesasse). Dor como um cravo no parietal direito, pior sentado quieto, melhor passeando. Cefaleia frontal pela manhã, estendida à raiz do nariz, com epistaxe ou secreção mucosa espessa; cefaleias por bebidas alcoólicas ou por excessos sexuais, em coreicos ou por estudar muito. Sensação de frio como gelo na cabeça, pior por arranhar-se. Cefaleia como por agulhas geladas. Sensação de alargamento da cabeça; deseja abrigá-a. Cefalohematoma direito.

** 18 – Lê com dificuldade, porque as letras se movem. Astenopia por esforços visuais prolongados. Miopia. Visão dupla, ou turva. Sacudidas espasmódicas das pálpebras e globos oculares, pior antes das tormentas. Nistagmo, de lado a lado, pendular, rápido, involuntário, convulsivo. Moscas volantes marrons. Os olhos giram. As bordas das pálpebras racham, ardem, se pregam. Si vai agarrar um objeto, a mão não vai pegá-lo. Úlceras da córnea. Rasgando, pior por tosse. Inchação das glândulas lacrimais.

** 19 – Frieiras nas orelhas; estão como congeladas, vermelhas, ardem e racham. Sacudidas. Ruídos.

** 20 – Epistaxe em velhos (Secale) e durante a cefaleia ou ao assuar-se pela manhã. Ponta do nariz vermelho-azulada, como gelado (útil no nariz vermelho dos bêbados [Ledum]). Descarga nasal fétida, sanguinolenta e profusa. Entope-lhe o nariz ao agachar-se. Dor na raiz do nariz durante as cefaleias. Espirros espasmódicos ao terminar de tossir.

** 21 – Rosto com expressão idiotizada; com sacudidas. Sente rígidos os músculos do rosto; paralisia facial. Dores perfurantes, lancinantes, na bochecha direita. Nevralgia facial como se agulhas de gelo corressem pelos nervos.

** 22 – Range os dentes dormindo. Língua seca, trêmula, branca, com úlceras fagedênicas, e também no freio. Tartamudez por excitação.

* 23 – Não tolera constrição ou roupa no pescoço. Endurecimento das amígdalas. Garganta seca, engole com dificuldade. Pontadas que vão ao ouvido.

24 – Arrotos com gosto a ovos podres (Arnica) ou de maças. Transtornos gástricos com dores hepáticas agudos.

* 25 – Dores agudas, pontadas, no fígado e baço; no umbigo. Tremores e sacudidas no ventre, com cãibras e ruídos. Se sente vazio depois de defecar. Ventre distendido.

26 – Diarreia em crianças. Flatos inodoros fétidos; quentes (Aloe). Hemorroidas com prurido e dor ardente. Tenesmo, pior depois de defecar. Constipação com ruídos durante a gravidez.

** 27 – Urina leitosa depois de meio dia. Tem a sensação de que a urina sai fria; “podem contar as gotas frias” (Hering), e goteja involuntariamente. Gota militar com picada uretral.

* 28 – Genitais masculinos frios e encolhidos. Desejos sexuais aumentados, sem ereção. Ejaculação tardia, dolorosa, incompleta. Dor ardente na uretra durante o coito.

* 29 – Prurido vulvar intolerável e voluptuoso, com fluxo. Dor bearingdown intolerável no útero, melhor deitada; na menopausa; em mulheres frágeis, nervosas. Pior durante a menstruação(cefaleias, odontalgias) e ao terminar (sintomas cardíacos e prolapso). Coceira e ardor nos mamilos. Dismenorreia espasmódica. Prolapso depois da menopausa.

** 30 – Rouquidão por cantar. Tosse por irritação laríngea, paroxístico, com espirros repetidos quando tosse ou ao terminar; pior pela manhã ou ao despertar ou à noite deitado ou depois de dormir, com expectoração de bolinhas de mucosidades duras; deve sentar-se, a tosse lo sacude; ao tocar o ducto auditivo. Tuberculose pulmonar incipiente. Pontadas através do pulmão direito. Sensação de opressão no diafragma e de aperto no tórax.

* 31 – Palpitações a despertar pela manhã e ao anoitecer. Extrasístoles; pulsações em todo o corpo. Coração tumultuoso nos bebedores de chá e café e em fumadores.

*** 32 – Rigidez da coluna, com a sensação de que vai quebrar quando tenta agachar-se. Dores na coluna, pior apoiando-a no encosto da cadeira, movimento, agachando-se, depois de comer; muito sensível ao tato, mais na região dorsal, e às vezes em cada vértebra. Dor sacrolombar que o obriga a estar deitado, não pode levantar-se, pior sentado, melhor deitado, pior quando a move; ventre, pior parado, caminhando, pelo movimento ou por dar voltas; estendendo as pernas. Frio estendendo para baixo pelas costa, como se escorresse água fria ao largo da coluna.

*** 33 – Torpeza e incoordenação em mãos e membros inferiores; tropeça ao caminhar; ataxia; caem-lhe as coisas das mãos; como se seus membros não fossem dele. Rigidez reumática nas mãos e dedos, sobre tudo à esquerda. Tremor nas mãos, pior ao pegar um objeto. Movimentos convulsivos e sacudidas espasmódicas nas extremidades (ver 6); coreia. Frieiras, pior nas mãos, pés e dedos dos pés, como congelados. Mãos e pés vermelhos, quentes, dolorosos e com prurido. Calos dolorosos. Frio como gelo em placas. Sente as articulações como deslocadas. Dores nos ossos dos membros inferiores, pior à noite (nas pernas) e pior de manhã na tíbia; pior sentado ou parado, melhor pelo calor da cama, caminhando, pelo movimento; dores periósticas, dores de crescimento nas crianças. Dores desgarrantes, pior sentado, melhor em movimento. Dor nas coxas ao cruzar as pernas. Cãibras nas plantas dos pés à noite. Paralisia nos membros, com dor. Paraplegia precoce em cada gravidez. Destapa os pés.

** 34 – Sonolência depois do almoço ou de comer. Paroxismos de bocejos. Boceja e termina rindo. Sacudidas dormindo, se desperta frequentemente.

* 35 – Calafrios ao ar livre ou pelo ar frio ou ao destapar-se ou despir-se; descendentes (que descem).

* 36 – Febre na parte superior do corpo.

* 37 – Suores: antes do meio dia; pelo menor esforço ou caminhando.

** 38 – Pele vermelha, com prurido, formigamento, arde e se incha, como congelada. Tumores sebáceos. Gangrena. Edema angioneurótico. Veias inchadas com pele fria.

.

– Traduzido de www.homeopatiageneral.com – ajude-nos caso encontre erro de tradução

.
Voltar
http://www.csterapias.com.br/index.php/remedio-homeopatico
.
Vamos conhecer a Homeopatia? Venha para o nosso e o seu Curso de Homeopatia!
.

http://www.csterapias.com.br/index.php/cursos
.

Agaricus muscarius
Compartilhe este Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *