ACONITUM
(Aconitum Napellus; Capuz de monge)

 

SINTOMAS MENTAIS DE ACONITUM
*** 1 – Seus pensamentos giram ao redor da morte, de “sua morte”; a pressente, prediz o momento em que vai acontecer; possui verdadeiro terror a morte, especialmente durante a gravidez e no parto. Sua expressão é ansiosa, assustada, e a vida se torna miserável pelo medo (Allen).
*** 2 – Terrível ansiedade, especialmente à noite, e que acompanha o transtorno mais trivial de Aconitum; durante os calafrios, a febre ou as dores ou cefaleias. Delírio ansioso à noite. Ansiedade com medo.
*** 3 – Intensa inquietude, com grande ansiedade; constantemente dá voltas na cama ou salta dela; tudo lhe sobressalta.
*** 4 – Transtornos que sobrevém a partir de um susto, sejam agudos ou crônicos; e ainda no bebê ou criança cuja mãe haja sofrido um susto durante a gravidez.
** 5 – É sumamente sensível aos ruídos, à luz, à música (que lhe entristece), e aos odores fortes ou desagradáveis. Crianças hipersensíveis.
** 6 – Tem medo da obscuridade (quer a luz), às multidões, a sufocar-se, afogar-se; antes da menstruação. Medo de atravessar a rua; ao futuro.
** 7 – É irritável, violento, com grande excitação nervosa. Transtornos provocados por ira, por ansiedade e por susto. Delírio violento.
** 8 – As dores lhes são intoleráveis, produzindo-lhe grande ansiedade e desesperação; a enlouquecem (pensa que vai ficar louca) e a fazem gritar, pior à noite, com grande inquietude.
* 9 – Durante os calafrios que precedem a febre, está ansioso, excitado, triste. Durante a febre, tem ansiedade, desesperação, tristeza, pranto e até inconsciência.
10 – Outros mentais: Indiferente a todo e aos seres queridos. Cobardia. Transtornos por excessiva alegria. Impaciente. Não recorda o que acaba de fazer. Se queixa. Teimoso. Sonâmbulo. Suspicaz. Reprova os outros. Profetiza. Aversão a ler. Não é perseverante. Inconsciente depois de uma emoção.

SINTOMAS GERAIS DE ACONITUM
*** 11 – Transtornos agudos que aparecem por exposição ao frio seco, e com os ventos, correntes de ar ou mudanças bruscas de temperatura, especialmente estando transpirado (maus efeitos de suores suprimidos). Efeitos de tempo muito quente.
*** 12 – Violentos transtornos inflamatórios agudos, geralmente febris, de aparição ou começo brusco, em sua primeira etapa, quando ainda não existe localização, e acompanhados de temor morrer, com intensa inquietude e ansiedade.
*** 13 – Secura, formigamentos ou adormecimento, plenitude e pulsações ou batimentos, são sensações que acompanham a uma grande maioria de sintomas.
*** 14 – Os transtornos de Aconitum aparecem especialmente à noite, sobre tudo ao redor de meia noite.
** 15 – Pior por frio, sente o frio nos vasos sanguíneos. Grande tendência a resfriar-se. Melhor ao ar livre; pior em habitação quente.
** 16 – O pulso é cheio, duro, acelerado e pequeno; frequentemente irregular e quase imperceptível.
** 17 – Está especialmente indicado em crianças, mulheres jovens e adultos pletóricos e sedentários.
** 18 – Desmaios por susto, ou depois de urinar ou ao sentar-se desde a posição de deitado (ao levantar-se).
** 19 – Ao levantar-se ou sentar-se se estava deitado, se sente mal ou pior: tontura, palidece e chega a desmaiar-se. Debilidade brusca e intensa.
20 – Tendência a estar deitado; pior deitado de lado. Aversão ao movimento.
21 – Convulsões: por susto; em crianças, com febre alta, pele seca e quente, a criança mor dos próprios punhos; durante a dentição.

DESEJOS E AVERSÕES DE ACONITUM
22 – Deseja cerveja, vinho e bebidas frias.

SINTOMAS PARTICULARES DE ACONITUM
** 23 – Tonturas ao erguer-se ou levantar-se, com escurecimento da visão e náuseas.
* 24 – Sensação de que a cabeça ferve. Calor na cabeça com frio no corpo. Plenitude encefálica, sobre todo o occipital. Hipertensão endocraneana (Boericke); apoplexia. Cefaleia com coriza, melhor por micção profusa. Cefaleia occipital pelo calor solar; pressiva frontal para fora.
* 25 – Inflamação dos olhos por expor-se ao ar frio, ao qual são muito sensíveis; ou por corpos estranhos. Olhos vermelhos depois de golpes. Fotofobia e secura, com pontadas ao mover os olhos.
** 26 – Rosto vermelho, alternando com palidez, ou de um lado pálida e da outra vermelha, ou uma bochecha está vermelha e quente e a outra pálida e fria. O rosto se põe pálida ao erguer-se. Rosto inchado, inchado; tem a sensação de ter o rosto grande. Nevralgia facial esquerda pulsátil por vento frio e seco, com inquietude, adormecimento e cócegas. Dor na raiz do nariz, com coriza seco e obstrução nasal, com escassa ou nula secreção.
* 27 – Boca e língua secas. Cócegas na ponta da língua, que está branca. Gengivas quentes e inflamadas; dores nos dentes sãos, sensíveis ao frio, ao vento seco e frio. Movimento constante de mastigação da mandíbula. Gosto amargo.
* 28 – Garganta e úvula vermelhas e secas, com dor, ardor e pontadas ao engolir. A garganta sangra.
29 – Gastrite e dor de estômago depois de tomar bebidas frias. Pulsações no epigástrio e abdômen. Vômitos com medo, calor, suores profusos e poliúria. Sede intensa. Hematêmese.
* 30 – Dor em abdômen, estendido ao tórax, quando defeca. Ventre sensível ao tato. Cólicas. Apendicite. Peritonite.
* 31 – Fezes pequenas e frequentes, com tenesmo; verdes como purê de espinafre. Diarreia aquosa em crianças, que choram e se queixam muito, com insônia e inquietude. Hemorroidas que sangram.
** 32 – Retenção de urina nos recém-nascidos. Desejo urgente de urinar, com ansiedade sobre tudo o começar; é doloroso. Desejo ineficaz de urinar na criança, que se agarra aos genitais e grita. Micção involuntária com sede e medo. Disúria. Dor pressiva na bexiga. Urina escassa, vermelha, quente, dolorosa, ou suprimida, sanguinolento. Ardor uretral. Dor renal.
* 33 – Amenorreia em meninas pletóricas; deve dar-se Aconitum depois de um susto para evitar a supressão da menstruação(Allen). Aborto por susto. Vagina seca, quente, sensível. Dores depois do parto com medo e inquietude. Menstruações profusas, com epistaxe, muito prolongadas.
*** 34 – Falso crupe depois de expor-se ao ar frio e seco. Irritação laríngea por ar frio, com dor ao tossir, agarra-se à laringe quando tosse. Dor em carne viva por ar frio, pior ao inspirar. Laringe dolorida ao tocá-a, com Rouquidão.
** 35 – Respiração acelerada, ansiosa. Ansiedade e opressão no peito, precordial, pior ascendendo ou por movimentos rápidos, com sensação de plenitude, calor e constrição, como por uma bandagem. Congestão torácica. Dores no tórax, pontadas durante a inspiração. Dor precordial. Palpitações de dia, com ansiedade precordial: durante a febre, por susto, pelo movimento, e ao despertar. Endocardite e pericardite aguda. Sensação como se lhe salpicassem ou tivesse água quente dentro do peito. Tosse por ar frio e seco, como latido, crupal, ronca (rouca), seca, durante a febre, ou por irritação ou cócegas das vias aéreas, pior a meia noite. Expectoração com hemoptise de sangue vermelho-brilhante.
* 36 – Formigamento na coluna. Na região lombar (inferior) dormindo. Pontadas lombares.
** 37 – Mãos quentes e pés frios. Eminências hipotenares vermelhas em ambas mãos (Boericke). Sensação como se caísse gotas de água nas coxas. Formigamentos e adormecimento nos membros superiores; em cardiopatias; nas pernas quando está sentado. Cócegas nas mãos e dedos; nos pés, estendendo-se para cima. Reumatismo articular, com inchação vermelho-brilhante, muito sensível, pior à noite. Rangidos articulares indolores. Frouxidão de ligamentos articulares, tendência a torcer os tornozelos.
* 38 – Sonhos ansiosos. Insônia com inquietude, dá voltas na cama (usar na 30a. [Boericke]). Insônia nos velhos. Sobressalta-se em sonhos.
* 39 – Calafrios com frio nos vasos sanguíneos; pior ao tocá-lo.
*** 40 – Febre alta, seca, com pele vermelha e quente, pior à noite ou ao anoitecer; com sede ardente de grandes quantidades de água fria; com ansiedade, inquietude e medo; calor interno com calafrios externos; e com uma bochecha vermelha e quente e a outra pálida e fria; com intensa inquietude nervosa, dando voltas desesperado na cama. Segundo von Lippe, é “o febrífugo mais valioso” de toda a Matéria Médica. Ondas de frio que passam através dela. Sarampo. Rubéola.
41 – Sua nas partes cobertas; suores quentes; após a evacuação; nas partes apoiadas.
* 42 – Pele vermelha, quente, inchada, seca, queimante. Púrpura miliar. Icterícia em recém-nascidos. Erupções de cor vermelha intensa ou escarlate. Pele de galinha. Úlceras inflamadas. COMPLEMENTARES: Coffea – Sulphur (é o crônico de Aconitum).
– Traduzido de www.homeopatiageneral.com – ajude-nos caso encontre erro de tradução

.
Voltar
https://www.csterapias.com.br/index.php/remedio-homeopatico
.

https://www.csterapias.com.br/index.php/cursos

.

ACONITUM NAPELUS
Compartilhe este Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *